domingo, 22 de março de 2015

Acreditam?



Andámos desde Dezembro a mendigar um deslize, uma arbitragem justa, uma oportunidade de ver a falta de futebol do primeiro classificado traduzida em perda de pontos. De repente, aparece tudo isso num jogo que acaba minutos antes do nosso. Perante isto, confesso que fiquei muito desiludido com a exibição na Choupana. Já sei que não faltaram oportunidades para marcar. Duas bolas ao ferro, Aboubakar, etc. Mas se o fantástico golo de Tello nos tivesse dado os três pontos, a minha opinião não iria variar. Faltou aquela sensação de que a equipa queria agarrar esta oportunidade 'com as duas mãos'. E isso foi para mim uma surpresa enorme. Será que vocês jogadores acreditam?

Entrámos no jogo com aquela sensação de que a equipa estava a tentar gerir o jogo e os esforços. Uma obsessão pelo controlo do jogo que não estava a resultar em oportunidades de golo. Com bola, mas sem grande intensidade e sem grande acutilância. Como tal futebol foi recompensado com o golaço de Tello, não houve incentivo a melhorar. O empate acaba por castigar a nossa falta de vontade. Poderá não ser justo em números e futebol, mas é justo pela falta de atitude demonstrada.

E tu Lopes, Acreditas? Se Lopetegui não conseguiu tirar dos jogadores o ímpeto necessário, para compensar, não esteve nada feliz nas opções. Quaresma deveria ter entrado mais cedo, Casemiro deveria ter saído mais tarde e a aposta em Quintero é absurda, tratando-se de um jogador que não tem jogado. Mais uma vez, parece que é para queimar o miúdo. Não joga regularmente e, quando joga, é logo numa situação de complexidade máxima. A minha opção era Quaresma por Brahimi ao intervalo, tirava Herrera em vez de Evandro e tirava Aboubakar que esteve um desastre.

Individualmente, gostei de Quaresma, de Danilo e de Helton. Mas o MVP vai para Tello, que fez muita asneira, mas que está em todos os lances de perigo da equipa. Pela negativa, Herrera. Cansado, complicativo, trapalhão. Por falhar em trapalhices, Aboubakar esteve muito fraco. Brahimi não esteve péssimo, mas Quaresma este muito melhor em menos tempo. Ruben não conseguiu assumir a luta do meio campo porque ficou logo sozinho na tarefa.

Já sei que ficámos independentes dos resultados alheios para ganhar o título, mas julgo que Lopetegui deverá fazer um discurso de 'choque' no balneário: «Com quem conto? Temos homens aqui?» Acredito que o fará. Pena estes 15 dias de seleções...

sexta-feira, 20 de março de 2015

Acreditando

Sei que o sorteio nos deixou um pouco desanimados. Deixaria qualquer equipa... Mas é só o primeiro impacto! Isto é futebol e há diversas razões para estarmos confiantes. Assim que comecei a pensar lembrei-me logo de 3:

Razão nº1: Tello, achas que tens espaço suficiente para fazer miséria nas costas da defesa alemã? Importas-te de mostrar aos nossos leitores?


Razão nº2: A qualidade individual na defesa não é propriamente o forte desta equipa do Bayern. E Jackson já estará de volta... Isso mesmo, Dante! Pânico!


Razão nº3: Historicamente, damo-nos bem como 'underdogs'.  Lembremo-nos de episodios passados com magos Argelinos e Bayern! Brahimi também tem calcanhar...


quinta-feira, 19 de março de 2015

2009.01.04. Nacional 2-4 FC Porto (C. Rodríguez)...

Possivelmente, o melhor momento de Cristian Rodríguez no FC Porto...
Relembramos a crónica do jogo em:http://basculacao.blogspot.pt/2009/01/bom-2009.html

video


terça-feira, 17 de março de 2015

Efeméride!


Que dizer sobre isto? 

- Perspectiva 'coaching': Caro Desempregado, se acreditares em ti, ainda consegues ir à seleção!

- Perpectiva 'oscares': Ainda aguardamos pelos galardões mais importantes da noite: melhor jogador de 'sueca' do mundo, melhor bigode feminino do mundo e  melhor restyling de Fiat Uno do mundo!

- Perspectiva d'a Bola: O melhor desempregado do mundo surgiu em resultado da melhor e mais rigorosa investigação jornalística do mundo, baseada em dados gentilmente fornecidos pelo melhor clube do Universo e dos territórios ultramarinos.

segunda-feira, 16 de março de 2015

Calafrio


Sinceramente não esperava isto. Por um lado, os jogos de ressaca da Champions têm tendência a ser mais difíceis que o habitual. Normalmente por culpa própria. Mas vínhamos numa série longa de boas exibições e não pensei que fossemos interromper logo agora. Na verdade, não deu sequer para ver como a equipa ia reagir. Cedo Fabiano resolveu pôr-nos em apuros. A propósito, se havia intenções de implementar um 'projecto Neuer' na nossa baliza, é melhor abortar. Tem acabado em drama. Seja hospitalar seja exibicional... Convém no entanto referir que, por muito que seja um lance ridículo de Fabiano, não estou certo que fosse para expulsão. A regra fala em golo iminente. Se é certo que Fabiano estava fora da baliza, não havia bola controlada e nem sequer era certo que chegaria primeiro à bola que o nosso defesa, que só não ganha o lance à primeira por causa da indicação errada de Fabiano. Sendo assim, expulsar foi um acto de coragem. Temos assistido a muitos este ano...

Lopetegui resolveu arriscar. Fez muito bem e fomos recompensados com um golo e com outros lances perigosos. Na segunda parte tentou equilibrar mais a equipa num arrumado 1-4-4-1. Perdia homens no meio-campo mas arrumava melhor a equipa a defender a vantagem. O problema é que estava à espera de mais ajuda defensiva dos extremos... Como tal não acontecia com frequência, vivemos a segunda parte sem bola e em sobressalto. As melhores oportunidades foram nossas e o adversário só chegou com perigo em lances de bola parada. Ainda assim, a primeira abordagem à expulsão foi mais audaz e mais eficaz. Compreendi a alteração ao intervalo mas não entendi que não tivesse sido corrigida assim que se notou que não funcionava. A melhor defesa teria de ser a posse de bola.

Individualmente gostei muito da exibição de Quaresma. Para mim o MVP. Esteve em todos os lance de perigo da equipa. Também gostei de Brahimi Alex Sandro e de Marcano. Pela negativa Fabiano. Nota mínima. Não gostei muito de Casemiro que voltou às 'carradas' de passes falhados. Ruben entrou com mais serenidade, como é seu costume. Aboubakar continua com um índice de rendimento absolutamente invulgar para os minutos de jogo que tem.

Safamo-nos! É o que interessa. Na próxima semana, mais um jogo de dificuldade máxima e voltámos a jogar depois do nosso adversário directo. Esperemos que possamos jogar com motivação extra!

sexta-feira, 13 de março de 2015

Fundidos



Indo ao fundo da questão, com a profundidade que os nossos leitores nos merecem, estamos profundamente convictos que o mistério em torno do investidor é fundado na misteriosa racionalidade do investimento. Seria uma profunda injustiça insinuar que isto, no fundo, acaba por ser bem parecido com um fundo

quinta-feira, 12 de março de 2015

2014.03.09. FC Porto 4-1 Arouca (Liga Portuguesa)...

O primeiro jogo pós Paulo Fonseca e o primeiro jogo da história em nossa casa (equipa principal) contra o Arouca... do jogo fica na retina esta finalização do ainda nosso número 7: Ricardo Quaresma...

Evandro



A propósito da minha embirração com a colocação de Indi no banco. Lembrei-me agora de Evandro. Todos concordamos que foi dos protagonistas principais destes últimos 3 jogos, sobretudo o jogo com o Sporting. Mas Oliver está pronto. Que fazer? Fazer como se fez com Marcano e esperar que haja um jogo menos positivo de Evandro para relançar Oliver? A minha opinião não poderá ser diferente. Oliver é melhor e, estando em condições, deverá retomar o seu lugar. De facto, custa tirar da equipa jogadores que aproveitaram as suas oportunidades com rendimento alto do ponto de vista individual e colectivo. Mas julgo que Lopetegui terá de tomar a decisão mais cedo ou mais tarde.